Mapas Mentais: Porque utilizar e como fazer em 4 passos

Festival de Inverno de Garanhuns 2017
Festival de Inverno de Garanhuns 2017 programação.
7 de julho de 2017
João Alfredo vai realizar concurso público 2017
João Alfredo nomeia comissão de concurso público 2017
10 de julho de 2017

Mapas Mentais: Porque utilizar e como fazer em 4 passos

woman with thought bubble on chalk board

Os mapas mentais proporcionarão a você que procura por mais produtividade e efetividade em seus processos de aprendizagem, eles oferecem mais e melhores recursos para você obter maior produtividade com menos esforço e investimento de tempo. Isso pode representar mais autonomia e poder de realização para você, que estuda para passar em um concurso público.

Mapa Mental é uma ferramenta que permite a memorização, organização e representação da informação com o propósito de facilitar os processos de aprendizagem. A técnica dos Mapas Mentais foi desenvolvida pelo britânico Tony Buzan com o objeto de fortalecer as conexões sinápticas que têm lugar entre os neurônios do córtex cerebral e que fazem praticamente todas as atividades intelectuais do ser humano.

O que o Mapa Mental diferencia de outras técnicas de ordenamento de informação é que nos permite representar nossas idéias utilizando de maneira harmônica as funções cognitivas dos hemisférios cerebrais.

Ao utilizar o Mapa Mental se produz um enlaçamento eletro-químico entre os hemisférios cerebrais, de tal forma que todas nossas capacidades cognitivas se concentram sobre um mesmo objeto e trabalham harmonicamente com um mesmo propósito.

Por que fazer Mapas Mentais?

pensar-com-mapas-mentais

Aprendizagem

Saber diferenciar conteúdo e método é essencial no processo de aprendizagem. Para desenvolver a concentração, melhorar a absorção e lidar com o excesso de informações, os mapas mentais podem ajuda-lo a aprender mais profundamente e de maneira mais ágil.
Com a ferramenta, a absorção e criação de conhecimentos tornam-se mais interessantes e criativas. Nesse caso, é recomendado que o mapa seja desenhado a mão, assim, é possível que o cérebro tenha um tempo para receptar as informações.

Gestão de Informações

Aprender a criar novos conhecimentos é um dos benefícios do mapa mental. Por isso, a ferramenta também é recomendada para a execução de projetos grandes, relatórios, livros, artigos, monografias, teses e dissertações, estudo para concursos.
Neste caso, softwares também são uma boa ideia, já que permitem que você faça links, tenha vários mapas de uma maneira mais organizada, além de poder fazer relações de informações.

Como fazer um mapa mental em 4 passos

como-criar-mapas-mentais

1. Material

Folha A4

O melhor mapa mental para se aprender é o que é feito a mão, folhas A4 deitadas, pois com ela nessa posição você consegue fazer um melhor aproveitamento do espaço.

Caneta

Isso mesmo, eu recomendo você usar uma caneta para fazer seus mapas mentais, isso porque o lápis te da muita tentação a refazer algo que anotou para deixar mais “bonitinho” e isso toma muuuuito tempo, tempo esse que você poderia estar aprendendo.

Material de Colorir

Eu normalmente uso lápis de cor, canetinha e giz de cera. Eles são materiais acessíveis e que não sujam a folha na hora de colorir.

2. Conteúdo

Tema principal

O mapa mental sempre começa com o tema principal no centro da folha.

Ramos

Depois de definir o elemento principal você puxa elementos que se ligam diretamente com ele, e cria os ramos principais do seu mapa mental. Depois de criar um ramo principal, você liga outro ramo a ele, que se torna o subtópico do ramo principal e com isso você vai aprofundando cada vez mais sua aprendizagem.

como-fazer-mapas-mentais-2

 

É importante que você não escreva várias frases nos seus ramos, é sempre legal usar palavras-chave para um determinado assunto, por exemplo:

“Quem inventou a lâmpada foi Thomas Edison”

No ramo você colocaria apenas: Thomas Edison-Lâmpada
Ou quem sabe você pode até se aventurar e desenhar uma lâmpada 😉

Outra detalhe importante é sempre utilizar as cores, e se elas tiverem significado específico melhor ainda! Por exemplo, eu uso sempre a cor amarelo claro para indicar que o que estou escrevendo é uma ideia minha e não do autor que estou lendo/vendo. Então toda vez que pego algum mapa mental meu, e vejo a cor amarela, já sei que aquilo foram conclusões minhas que anotei.

Não esqueça de também colocar desenhos no seu mapa mental sempre associando com o que você escreveu. Os desenhos facilitam muito sua memorização.

3. Informação

Onde busco informações para criar mapas mentais?

Cabeça

Você pode buscar informações na sua própria cabeça, com assuntos que você já conhece, por exemplo, imagine que você tenha que escrever um texto sobre determinado assunto, o mapa mental é uma excelente forma de você reorganizar as informações sobre esse assunto que já estavam com você. Quando você colocar tudo no papel, vai ficar muito mais fácil de você fazer associações, e consequentemente, escrever seu texto.

Livros/Áudios/Vídeos/Aulas

Busque também informações novas em várias mídias, o mais comum e mais fácil é mapear livros, porque você tem muito mais controle sobre o tempo, podendo anotar e sempre inserir novas informações quando quer.

Mas e quando você está em uma aula ao vivo e não consegue pausar seu professor?

A sugestão que dou é que você treine com áudios e vídeos disponíveis na internet, quando você conseguir extrair seu mapa mental de um vídeo, sem precisar pausar, você está preparado para fazer seu mapa mental de uma aula ao vivo, o que vai te ajudar muito para revisar o conteúdo aprendido no dia.

4. Faça o seu mapa!

Tente construir seu mapa mental, e depois compartilhe no comentários. Nos conte sobre as impressões que você teve, as dificuldades, as sacadas que surgiram enquanto você fazia seu mapa mental, sua opinião é muito importante para nós.

Gostou de conhecer mapas mentais? Segue Algumas referências para você se aprofundar mais e aprender a utilizar essa importante ferramentas nos estudos.

Mais Aprendizagem

Esquemaria

 

Dayvison Santos
Dayvison Santos
Designer, Entusiasta da Educação e do Desenvolvimento Humano.

1 Comentário

  1. […] Mapas Mentais: Porque utilizar e como fazer em 4 passos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *